Sempre dissemos e continuamos dizendo, que,  com paixão, a força magnética da vontade se empodera. Da mesma forma, afirmamos também, que quando fazemos o que não gostamos, a possibilidade de não obter êxito é enorme.

Por isso é tão importante buscar tarefas e profissões que incluam prazer. Costumamos fazer mais facilmente aquilo que nos dá prazer. Chegamos ao sucesso com maior velocidade.

Quando estamos apaixonados por nossa atividade profissional, nós saímos da paralisia e ousamos fazer. Acordamos mais cedo, com muita energia. Não percebemos o passar das horas. Enxergamos mais amplamente as oportunidades. Temos uma forte tendência a encarar aquela atividade, como se fosse momento de lazer. Considerar lazer, o que fazemos de forma apaixonada, não significa menos responsabilidade nas ações e sim, intensidade de propósito.

Mas cuidado, você apaixonado! Não pense que pelo fato de estar super motivado positivamente, suas tarefas se transformarão em um mar de rosas e que não vá ter dor de cabeça com aqueles menos apaixonados, os desiludidos e até mesmo, os pessimistas, que vão fazer de tudo para te contagiar, descarregando seus lixos emocionais em você.

Precisamos estar atentos para não cairmos em armadilhas ou ciladas de toda ordem. Para isso, sugerimos aqui alguma atenção em determinados aspectos:

Cuidado com os lixos emocionais alheios: determinadas pessoas tem questões pessoais que elas próprias não resolvem e além disso, querem dividir com você. Se isso acontecer, sempre opine no sentido da solução. Não há utilidade nenhuma em alimentar problemas. Foque na solução!

O seu sucesso costuma incomodar algumas pessoas no ambiente de trabalho. O que fazer? Aprenda com os surdos e os cegos. Finja que não viu nem ouviu a carga de inveja ou incômodo. Nessas horas, pronuncie algumas palavras de ânimo e continue. Não perca o foco naquilo que você quer conseguir.

Os de baixa autoestima, vão tentar, mesmo que inconscientemente, te desanimar, se referindo as possibilidades de tudo dar errado, de ser muito difícil, etc. São mestres na arte da impossibilidade. Isso não significa que sejam pessoas que queiram o seu mal, mas os níveis de merecimento deles são tão baixos, que não acreditam que sejam capazes de conseguir muito na vida. Se isso ocorrer, produza um discurso afirmativo, demonstrando sua convicção de acreditar ser possível a qualquer um a autorrealização e a felicidade.

Agindo assim, sua possibilidade de êxito aumentará muito!